O que esperar de um Vinho Reserva

aaabbbbbcd
O termo “Reserva” não significa necessariamente um vinho com determinado prestígio ou especial

Você já deve ter se deparado com inúmeros rótulos com a expressão “Reserva” e ter ficado tentado por optar por um deles na hora da compra do vinho. Muita gente opta por vinhos com essa denominação, pois acha que o termo “Reserva”  significa necessariamente uma bebida com determinado prestígio ou especial. Mas, a realidade não é bem essa…

Regulamentação do termo só em alguns países da Europa – Na verdade, a expressão “Reserva” só tem sentido mesmo se os vinhos forem provenientes de determinados países onde o termo é regulamentado . Na Espanha, por exemplo, “Reserva” está relacionado a vinhos que devem envelhecer 36 meses, sendo pelo menos 12 deles em barricas e os outros 24 na garrafa, antes de serem comercializados.

Reserva Espanhol
Na Espanha, existe legislação que obriga um vinho reserva a ter pelo menos 36 meses de envelhecimento.

Na Itália, o termo reserva (ou seu equivalente riserva)  também é controlado por uma legislação específica, e significa que o vinho recebeu um envelhecimento extra na vinícola  antes de ser colocado à venda. A ideia implícita é de que o vinho estava tão bom que mereceu um envelhecimento adicional.

Riserva italiano
Na Itália, também existe legislação que define o que vem a ser um vinho “Riserva”

Na América do Sul o termo Reserva pode não significar nada – O uso do termo “Reserva” nos vinhos franceses e americanos, tradicionalmente, indica que aquela bebida possui uma qualidade superior quando comparada a outras da mesma vinícola, mas por não existir uma regulamentação sobre o assunto o termo pode ser,  pura e simplesmente marketing.  Nos vinhos chilenos, argentinos e brasileiros a expressão “Reserva” nos rótulos pode indicar uma passagem por barrica de carvalho, uma safra especial, uma estratégia de vendas ou, simplesmente, não indicar nada.  Por isso, quando o assunto é vinho reserva de países onde não há regulamentação sobre o uso do termo,  você não pode esperar semelhanças de características para não se decepcionar.

Em vinhos americanos, tradicionalmente, significa que o vinho é superior. Mas, como não há legislação,
Em vinhos americanos, tradicionalmente, Reserve significa que o vinho possui qualidade superior. Mas, pode ser também apenas estratégia de Marketing

Agora que você entendeu, o bom mesmo é comprar um vinho Reserva (com exceção dos regulamentados) de forma despretensiosa e tentar descobrir bebendo se aquele vinho foi mesmo elaborado de forma especial. Se for, ótimo. Anote o nome para apreciá-lo em outras ocasiões. Caso contrário, marque-o em sua lista negra. Existem milhares de vinhos maravilhosos no mundo para você perder seu tempo bebendo vinho ruim duas vezes. Fica a dica!

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Confira os cursos da Associação de Sommeliers do DF para Março

Já imaginou aprimorar os seus conhecimentos na área do vinho de forma teórica e prática?…

Restaurante Aroma ganha novos pratos e ambientes

O Restaurante Aroma celebra seu quinto aniversário no final deste ano, mas já começou a…

João Roquette da Qualimpor é personalidade do Ano no Brasil

O dirigente da Qualimpor, João Roquette, português de origem, foi recentemente laureado com o título…

Participe do Festival de sakês no Noru Sushi

Se você é um entusiasta da culinária japonesa ou está à procura de aventuras culinárias…