Construção da Vinícola Brasília promete dar forças ao Enoturismo no Distrito Federal

No Distrito Federal, o enoturismo vem se desenvolvendo cada vez mais, isso porque, no próximo ano, com a inauguração da Vinícola Brasília, a meta é que a região do Programa de Assentamento Dirigido do Distrito Federal (PAD-DF) (a 60 km a sudeste da capital federal) seja um ponto forte na rota de vinho do Brasil.

Faixada do projeto no Distrito Federal

Acompanhada pelo empresário Juscelino Pereira – da Rede Piselli, grupo da alta gastronomia de São Paulo – a Secretária de Turismo Vanessa Mendonça visitou a região com o intuito de se encontrar com os empresários Ronaldo Triacca, Rodrigo Sucena e Erbert Araújo – investidores do polo vinícola do PAD-DF. O objetivo é integrar e conectar grupos econômicos para o desenvolvimento regional pelo olhar do turismo, para alavancar outras áreas, como ecoturismo, turismo de aventura, de experiência, rural, gastronômico, contemplação e comercial.

Juscelino Pereira teve a oportunidade de ver de perto o PAD-DF, região onde está sendo implantado o projeto da Vinícola Brasília, e diz estar encantado com tudo que conheceu. A Vinícola Brasília é o resultado da união de dez amigos amantes do vinho e agricultores da região que identificaram na atividade uma oportunidade promissora para ampliar negócios, gerar renda e emprego. A obra continua a todo vapor. A vinícola é formada pelas empresas Miro Vinhos e Vinhedos Ltda., Ercoara Cordeiro e Vinho, Hartos Vitivinicultura, Vinícola Marchese, Omar Sena Vinhos e Vinhedos, Horus Vinhos e Vinhedos, Casa Vitor, Toscana do Cerrado, Vista Da Mata e Villa Triacca Eco Pousada e Vinhos.

A inauguração da Vinícola Brasília ocorrerá ano que vem

Até o momento, R$ 6 milhões foram investidos na estrutura da Vinícola Brasília. O arrojado projeto arquitetônico foi desenvolvido por arquitetos locais e contará com tecnologia de ponta. A produção inicial será de 60 mil litros/ ano, com previsão de chegar a 500 mil litros/ano. A uva carro-chefe da vinícola será a Syrah. Outras castas podem entrar no portfólio de produção: Cabernet Franc, Marselan, Malbec, Sauvignon Blanc, Viognier, Pinot Noir, Cabernet Sauvignon, Vermentino e Petit Verdot. O espaço terá um enorme subsolo para armazenamento das barricas, loja para comercialização dos 11 rótulos, sendo um de cada vinhedo e o 11º, um blend com todos. A inauguração está prevista para maio de 2022.

Mais informações no site:

http://www.turismo.df.gov.br

Leia: A Associação Brasileira de Enologia (ABE) realizará a 29ª Avaliação Nacional de Vinhos

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Vik Chile vence prêmio ‘South America’s Leading Wine Region Hotel’ pelo segundo ano consecutivo

O Vik Chile foi premiado pelo segundo ano consecutivo com o renomado prêmio “South America’s…

Casa Chandon Garibaldi: O Refúgio dos Amantes de Espumantes

Localizada na pitoresca cidade de Garibaldi, na Serra Gaúcha, a Casa Chandon é muito mais…

Em Brasília, Cooperativa Vinícola Garibaldi leva novidades à Expovitis

Brasília se prepara para receber um dos eventos mais aguardados pelos entusiastas e profissionais da…

Prêmio Queijo Brasil

Em uma noite memorável em Blumenau (SC), ocorreu a entrega do Prêmio Queijo Brasil, um…