Espumante do mar: Miolo realiza imersão de garrafas em cave submarina

Miolo é a primeira vinícola brasileira a realizar imersão de garrafas em cave submarina
Miolo é a primeira vinícola brasileira a realizar imersão de garrafas em cave submarina

Para celebrar o sucesso de vendas do espumante Miolo Cuvée Tradition Brut em terras francesas, o Grupo Miolo aposta em sistema único de envelhecimento e estabilização do produto: a imersão de garrafas em caves submarinas. Há pouco mais de dois meses, um lote do espumante celebrado no mercado externo foi imerso no mar da província de Bretagne, no Atlântico Norte, na França.

Toda a operação foi realizada em caves submarinas, criando condições ideais, não apenas para envelhecer, mas também para conferir características singulares aos vinhos submetidos a este processo. Estrategicamente mergulhadas na ilha de Ouessant, na região conhecida como Baie du Stiff, as garrafas do Miolo Cuvée Tradition Brut estão em contato com as temperaturas do mar (entre 11 e 13 °C) e do ar (de 8 a 10 °C), além de receberem as influências benéficas da constante e suave agitação marítima.

um espumante submerso apresentou 10 vezes mais compostos moleculares do que os envelhecidos pelo método tradicional
um espumante submerso apresentou 10 vezes mais compostos moleculares do que os envelhecidos pelo método tradicional

Segundo Adriano Miolo os surpreendentes efeitos resultantes das condições de conservação das garrafas são observados em testes laboratoriais e degustações realizadas com frequência para acompanhar o amadurecimento da bebida submetida ao processo de imersão. “Em uma análise de espectometria de massa, por exemplo, um espumante submerso apresentou 10 vezes mais compostos moleculares do que os envelhecidos pelo método tradicional. Esses compostos são responsáveis pela formação dos aromas e da complexidade do vinho.”

Ainda de acordo com Adriano Miolo, em degustações às cegas conduzidas por especialistas da área, os resultados trouxeram alguns destaques relevantes para afirmar a qualidade do processo: os espumantes apresentam sabor mais rico e floral, adquirem complexidade sem perder o frescor percebendo-se, também, apuradas notas de manteiga e castanha.

As garrafas do Miolo Cuvée Tradition Brut estão dispostas horizontalmente em container especial e repousarão durante um ano na cave submersa. Os espumantes serão retirados do mar em novembro deste ano e comercializados no Brasil e na França em uma edição especial.

O Miolo Cuvée Tradition Brut é elaborado no Vale dos Vinhedos (RS) com uvas Chardonnay e Pinot Noir pelo Método Tradicional (com fermentação na própria garrafa).

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Destaques do Dia do Vinho

Depois de conquistar o público brasiliense com bons vinhos, alta gastronomia e sofisticação, o Dia…

Explorando o Alentejo através dos Vinhos da Herdade do Peso

Participei de uma empolgante degustação organizada pela Zahil, destacando os prestigiados vinhos da Herdade do…

Descobrindo os tesouros da Vinícola Barbanera

Participei de uma degustação no restaurante Piselli, organizada pela Del Maipo importadora, para apresentar cinco…

Porto a Porto promove almoço harmonizado com vinhos da linha VOGA Itália

Participei de um evento memorável organizado pela Porto a Porto, onde tive a oportunidade de…