Produtor português da Casa Relvas promove seus vinhos em Brasília

Alexandre Relvas (Casa Relvas) e Etiene Carvalho (Blog Vinho Tinto)
Alexandre Relvas (Casa Relvas) e Etiene Carvalho (Blog Vinho Tinto)

A Casa Relvas é uma das maiores produtoras de vinhos da região do Alentejo, em Portugal. Hoje produz cerca de sete milhões de garrafas por ano e exporta para 35 países. O Brasil é seu principal importador, seguido pela Bélgica. No dia 23 de junho, seu enólogo e produtor Alexandre Relvas esteve no Brasil para divulgar a marca. Em Brasília, participou de um jantar harmonizado com alguns de seus rótulos no restaurante Sagrado Mar (QI17 Lago Sul). Tive a oportunidade de estar presente na ocasião, de conversar um pouco com o Alexandre e de apreciar seus vinhos, que são trazidos para o Brasil pela Cantu importadora.

Vinhos Herdade Casa Relva
Vinhos Herdade São Miguel – Casa Relva

Ao todo compõe a Casa Relvas 350 hectares de vinhas distribuídas entre três terroirs distintos: Herdade de São Miguel, Herdade da Pimenta (Redondo) e Herdade dos Pisões (Vidigueira). No evento em Brasília, degustamos seis vinhos – todos provenientes da Herdade de São Miguel. Vale lembrar que o solo do local é argilo xistoso, “o que confere uma característica mineral para cada um de seus vinhos”, ressaltou Relvas. Algo que pude comprovar.

Menu Jantar Harmonizado Casa Relvas
Menu Jantar Harmonizado Casa Relvas

Degustação Herdade de São Miguel (Casa Relvas)

“Eu não vou apresentar os vinhos, pois os vinhos falam por si só”, foi assim que Alexandre Relvas decidiu conduzir a degustação. Sem problema algum. De fato, os vinhos da Casa Relvas são muitos bons e dispensaram apresentação – dos mais simples aos mais complexos. Confira abaixo minhas impressões e algumas notas técnicas.

Herdade de São Miguel Colheita Selecionada Branco

Elaborado com as castas brancas Antão Vaz, Verdelho e Viognier, 50% desse vinho estagia em barricas de carvalho francês. O vinho é leve e fresco com acidez e corpo médios e um ligeiro toque de madeira. No nariz é uma mistura de frutas cítricas, pera, flores brancas, e um mineral bem intenso e agradável. Na boca é elegante e com persistência média. Ideal para acompanhar frutos do mar e também para ser apreciado em finais de tarde agradáveis.

Herdade de São Miguel Colheita Selecionada Rosé

Feito com Aragonez e Touriga Nacional esse vinho é delicado com corpo médio e uma acidez bem pronunciada. No nariz bastante frutas vermelhas, em especial cereja e morango, toques cítricos e minerais. Na boca tem persistência média alta. Um excelente vinho para piscina em dias quentes.

Herdade de São Miguel Colheita Selecionada

Um corte bem interessante de Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Syrah e Cabernet Sauvignon. 50% dele passa por estágio em barricas de carvalho francês de 400 litros durante quatro meses, o que lhe confere suaves notas amadeiradas. No nariz é um misto de frutas negras e frutas vermelhas, tabaco e um leve mentol. Possui taninos macios e tem boa acidez. Uma boa opção de custoxbenefício para escoltar pratos à base de carnes vermelhas ou massas com molhos mais encorpados. Bem gastronômico!

Herdade de São Miguel Escolha dos Enólogos

Elaborado com Alicante Bouschet, Touriga Franca e Touriga Nacional, ele estagia em barris de carvalho francês e americano por um período de seis meses. Tem um bom volume em boca, taninos aveludados, toques amadeirados e boa acidez. No nariz mostra uma mistura de frutas negras e vermelhas com chocolate. Este vinho vai muito bem com carnes vermelhas.

Herdade de São Miguel Pé de Mãe

Feito 90% com Trincadeira, 5% Aragonêz e 5% Castelão este vinho tem uma peculiaridade pois fermenta em inox com bago inteiro e 20% dos engaços (maceração carbônica). Também é elaborado com leveduras selvagens. Além disso, passa por um estágio de 18 meses em barricas de carvalho francês de 5000 litros. É um vinho bem elegante.Tem aromas de frutas vermelhas, especiarias e notas balsâmicas e possui boa acidez, taninos suaves e um final de boca persistente. Ótimo para acompanhar queijos de pasta mole.

Herdade de São Miguel Reserva

Elaborado com 45% Alicante Bouschet, 30% Aragonêz e 25% Cabernet Sauvignon. Esse vinho passa por maceração pré-fermentativa durante 48 horas, o que lhe confere uma cor ainda mais intensa. Estagia 12 meses em barricas de 400litros  e seis meses em tonéis de 5000litros. Tem um aroma bem complexo de frutas negras, baunilha, ardósia, mentol e tabaco. É extremamente equilibrado e com final de boca bastante persistente. Ideal para harmonizar com carnes de caça.

Leia também: Dicas para harmonizar (bem) queijos e vinhos

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

30 anos da ARBL

Brasília será o palco de uma celebração gastronômica especial em comemoração aos 30 anos da…

Piribier 2024

A 15ª edição do Piribier promete muita cerveja gelada e rock de qualidade. O evento…

Vinhos da Serra Gaúcha no Rio de Janeiro

Vinícolas da região da Serra Gaúcha marcam presença em dois eventos no Rio de Janeiro…

A experiência e as lembranças são as bases do enoturismo

O enoturismo nacional está ganhando destaque e importância crescente, tanto para a indústria do vinho…