Vinho de Maconha ou Pot Wine – da Califórnia para o mundo

canna-wine-2
Mary Jane: primeiro vinho de maconha de mesa a ser comercializado no mundo

Recentemente foi divulgado uma notícia na internet sobre os vinhos feitos à base de maconha. A notícia viralizou e tem muita gente interessada em experimentar a novidade. Muitos desses vinhos são produzidos principalmente na Califórnia, onde a maconha é comercializada com fins medicinais. E, na prática, isso significa que o interessado em adquirir (de maneira lícita) uma garrafa de pot wine ou green wine (como são conhecidos esses vinhos nos EUA) vai precisar residir naquele estado e possuir uma prescrição médica.  Além disso, vai ter de desembolsar entre US$120 e US$400, ou seja, algo em torno de R$400 e R$1300 por um bom rótulo.

Mary Jane wine

aaaa
Vinho de Maconha Mary Jane: por enquanto, somente com autorização

Mary Jane Wines é o primeiro vinho de mesa oficialmente feito com infusão de cannabis sativa a chegar no mercado. A empresa tem autorização para produzi-los na versão branco ou tinto. Os vinho é vendido apenas para fim medicinais e para membros do Fog City Collective (uma espécie de ONG localizada em San Francisco, na Califórnia, composta por membros moradores da cidade, com mais de 21 anos e que possuem o marijuana card, ou seja, a prescrição médica para comprar a maconha). Como a produção desse vinho é limitada, é um produto difícil de ser encontrado e, por isso, o preço alto.

Vinho de Maconha apenas com CBD

aaavvv
Apenas o CBD é utilizado para produzir o vinho de maconha. A substância não possui efeitos psicoativos

Para produzir o vinho, a maconha é adicionada durante o processo de fermentação. No entanto, apenas o CBD, ou seja,  uma substância canabinoide encontrada na maconha, que não causa efeitos psicoativos ou dependência, é utilizada na elaboração do vinho. O THC que é o princípio que “dá o barato” da maconha não é utilizado. O CBD é um elemento que possui estrutura química com grande potencial terapêutico neurológico, tendo ação ansiolítica (diminuição da ansiedade), antipsicótica, neuro-protetora, anti-inflamatória, antiepilética e que age nos distúrbios do sono.

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Palomina Bar: Novo Wine Bar em Brasília

Brasília, o terceiro maior polo gastronômico do Brasil, ganha um novo wine bar: o Palomina…

Directo del Viñedo Vendimia no Uruguai

Após ser realizado no Brasil e no Chile, o Directo del Viñedo Vendimia chega ao…

Júri Internacional Avalia 12º Brazil Wine Challenge

O 12º Brazil Wine Challenge, que ocorrerá de 16 a 19 de julho em Bento…

Dia do Vinho Ticiana Werner

Depois de conquistar o público brasiliense com bons vinhos, alta gastronomia e sofisticação, o Dia…