Miolo fecha 2017 com seis lojas exclusivas na China

Com consistente promoção de seus vinhos e espumantes no mercado externo, a vinícola Miolo vai fechar 2017 com a China detendo 15% das exportações do grupo, o que a torna o 3º maior mercado da marca no exterior, atrás de Inglaterra e Estados Unidos. A informação foi divulgada durante a ProWine China, realizada em Shanghai.

A Miolo possui seis lojas exclusivas no país: duas delas foram inauguradas em 2011 e quatro foram abertas este ano, o que reforça a importância do mercado chinês para a vinícola e a crescente preferência dos consumidores chineses pelos vinhos de uma das marcas mais importantes e premiadas do Brasil. As lojas estão localizadas em Shanghai (3 unidades), Guagzhou, Haikou e Sanya.

Em 2014, a China se tornou o maior consumidor mundial de vinho tinto e as vendas nas lojas Miolo no país validam a estatística: os rótulos mais vendidos são os tintos Miolo Lote 43, Miolo Seleção Tempranillo Touriga e o Seival Cabernet Sauvignon, elaborado exclusivamente para o mercado chinês, que também é o único fora do Brasil a comercializar o ícone Miolo Sesmarias.

“O projeto das lojas na China foi idealizado e executado pelo nosso importador, que é exclusivo no país. A estratégia dele foi construir a marca através das lojas, pois o consumidor chinês valoriza bastante a marca, para posteriormente ter uma distribuição em todo o mercado chinês”, explica Adriano Miolo, superintendente do grupo, que conta com um site específico para os chineses: www.miolo.com.cn.

Na ProWine China foram apresentados, no espaço da Miolo, as linhas Miolo Seleção, Miolo Reserva e Terroirs do Brasil; os vinhos Seival Cabernet Sauvignon e Lote 43; e os espumantes Miolo Cuvée Tradition e Miolo Millésime Brut.

Grupo Miolo

O Grupo Miolo possui projetos em 4 regiões do Brasil com vinhedos próprios: em Bento Gonçalves (RS), no Vale dos Vinhedos – Vinícola Miolo (100 hectares); em Candiota (RS), Campanha Meridional – Vinícola Seival (200 hectares); em Santana do Livramento (RS), Campanha Central – Vinícola Almadén (450 hectares); e em Casa Nova (BA), Vale do São Francisco – Vinícola Terranova (200 hectares).

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Atrações WOW para férias em julho

Se você está planejando suas férias em Portugal neste mês de julho, uma visita ao…

Enólogo da Argento Apresenta Vinhos no Brasil

Nesta semana, o renomado enólogo argentino Juan Pablo Murgia, responsável pelos vinhos da Bodega Argento,…

Linha Carmen Reserva Frida Kahlo

Magdalena Carmen Frida Kahlo Calderón, nascida em 6 de julho de 1907, em Coyoacán, México,…

ORO, as adegas que conquistaram os brasilienses

Ter uma boa adega em um restaurante é indispensável. Não dá para caprichar na cozinha…