Tabuada Bar apresenta drinques inusitados assinados por Victor Quaranta

Semana passada fui conhecer o  Tabuada tábuas & drinks, um bar bem interessante no Bloco B da  CLSW 101 do Sudoeste (virado para a área residencial). O local foi inaugurado em junho e é um charme. Pequeno (tem capacidade para 50 pessoas), mas aconchegante e desenhado para atrair uma clientela descolada (que o diga a excelente trilha sonora de rock’n roll do local).  Um dos sócios é o mixologista Victor Quaranta que, simplesmente, não para de ter ideias! A casa recém-criada já está com novidades na carta de bebidas e, agora, para a primavera, apresenta drinques com muitas flores e cores que, além de lindos, são deliciosos!

13767416_268814593496225_8682522121717355736_o
Tabuada tábuas & drinks: bar aconchegante e descolada na 101 do Sudoeste. Foto: Facebook Tabuada bar

O primeiro coquetel que experimentei por lá foi o Jardim Burle Marx (R$ 45,00), inspirado no paisagista e artista plástico paulista, responsável também pelo paisagismo do eixo monumental de Brasília em 1961. O coquetel  é apresentado em três vasinhos de barro e dá até pena de beber! (rsrssrs), mas depois que a gente experimenta, a vontade é de não parar de beber!!! (kkkk). A bebida é simplesmente ma-ra-vi-lh-sa! É feita à base de café, licor de café caseiro, nutella e creme de leite e abre a fase de frutos e flores da carta de bebidas. Em princípio, o drinque vai ficar no cardápio até o fim da primavera.

img_1530
Jardim Burle Marx do Tabuada bar: à base de café, licor de café caseiro, nutella e creme de leite

Outro drinque mega criativo criado por Quaranta é o Gustav Klimt (R$ 55,00), Poppy Field de 1907, homenagem a uma das art nouveaus mais famosas do mundo. As cores verde, vermelho e azul, predominantes no quadro, aparecem na trilogia de latas de tinta com três coquetéis diferentes e especiais, cada um com sua particularidade. O azul cítrico, à base de vodka e licor de pêssego, o vermelho com um preparo equilibrado de sweet and sour de frutas vermelhas e a lata verde, que vem com um preparo de limão siciliano compõe um menu degustação de encher os olhos e o paladar.

img_1544
Gustav Klint: o azul cítrico, à base de vodka e licor de pêssego, o vermelho com um preparo equilibrado de sweet and sour de frutas vermelhas e a lata verde, que vem com um preparo de limão siciliano

Para acompanhar as bebidas, têm as delícias assinadas pelo chef e co-proprietário da casa André Amorim, que elaborou tábuas com queijos, cogumelos, pastrami, picanha e pastas, acompanhados por pães ou torradas. Assim, o cliente vai montando seu próprio “sanduíche”, do jeito que mais gosta. Tudo na casa é servido em tábuas de madeira, o que dá nome ao local. A pequena serve bem duas pessoas (R$ 49,00) e a grande serve bem quatro pessoas (R$ 85,00).

img_1545
Tábuas especiais do Tabuada bar preparadas pela chef André Amorim harmonizam com os vinhos especialmente selecionados

E pra quem não abre mão de uma boa taça de vinho, o Tabuada bar oferece em seu menu três boas opções selecionadas mensalmente por André Amorim, que também é sommelier. Atualmente, o cliente pode escolher entre o espumante Grand Legado, um corte de Grenache/Syrah francês e um Cabernet Sauvignon chileno. O melhor de tudo: todos os vinhos custam menos de três dígitos!

Ah! e uma curiosidade a respeito do Tabuada Bar: o ambiente usa conceitos do design industrial com detalhes retrô, criando uma mistura interessante e aconchegante, assinado por Fernanda Graneiro, arquiteta especialista em bares e restaurantes.

Tabuada Bar

Local: CLSW 101, Bloco B, Loja 134 Sudoeste (virado para a residencial)

Telefone: (61) 3526 8592 ou 98107 0826

Horário de funcionamento: 17h à 01h, terça e quarta. Quinta, sexta e sábado até às 02h. Fechado aos domingos e segundas. Capacidade: 50 pessoas

Formas de pagamento: Dinheiro e todos os cartões de crédito e débito, exceto American Express

Facebook: Tabuada Bar / Instagram: @tabuadabar

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Vik Chile vence prêmio ‘South America’s Leading Wine Region Hotel’ pelo segundo ano consecutivo

O Vik Chile foi premiado pelo segundo ano consecutivo com o renomado prêmio “South America’s…

Casa Chandon Garibaldi: O Refúgio dos Amantes de Espumantes

Localizada na pitoresca cidade de Garibaldi, na Serra Gaúcha, a Casa Chandon é muito mais…

Em Brasília, Cooperativa Vinícola Garibaldi leva novidades à Expovitis

Brasília se prepara para receber um dos eventos mais aguardados pelos entusiastas e profissionais da…

Prêmio Queijo Brasil

Em uma noite memorável em Blumenau (SC), ocorreu a entrega do Prêmio Queijo Brasil, um…