2020 entrou para a história do mercado brasileiro de vinhos, segundo Uvibra

Vinhos Nacionais!
A quarentena ajudou a alavancar o mercado do vinho

Em 2020, o Brasil produziu 24,2 milhões de litros da bebida, 56% a mais que em 2019, o resultado foi o maior na história nacional. Apesar da pandemia ter influenciado negativamente várias áreas, o segmento de vinhos no país teve resultados positivos, na qual sua produção, consumo e vendas aumentaram exponencialmente no ano passado, quando teve início a crise sanitária. Mesmo com a alta do dólar no ano passado, as importações cresceram 28,85% no período, de acordo com a Uvibra. Inclusive, segundo o ProChile, o Brasil é o maior importador mundial de vinhos chilenos.

Foram produzidos, ao todo, 24,2 milhões de litros de vinho a partir das uvas Vitis vinifera (que dão origem aos vinhos finos), 56,56% a mais que o ano anterior, segundo dados da União Brasileira de Vitivinicultura (Uvibra). Ainda segundo a entidade, o resultado foi o melhor na história nacional e 2020 foi batizado como o ano da “safra das safras”, desde 2013 as vinícolas não produziam mais que 20 milhões de litros de vinhos finos. O consumo de vinhos cresceu 18,4% no ano passado, indo na contramão do mercado internacional, que teve uma retração de 2,8%, de acordo com a Organização Internacional do Vinho (OIV). A alta do mercado de vinho no Brasil em 2020 foi a maior em 20 anos.

Brasil se destaca no mercado do vinho

Os brasileiros, ao todo, consumiram 430 milhões de litros no ano passado, o que representa 172 piscinas olímpicas com padrão de 50 metros de comprimento e 2.500 metros cúbicos de profundidade. De acordo com esses números, cada brasileiro bebeu em média 2,6 litros no período. Entre as razões para esse resultado, destacam-se: a alta do dólar, o boom dos e-commerces que vendem vinhos online, dos aplicativos de delivery, e a maior exposição dos produtores brasileiros de vinhos finos nos últimos tempos. Novos formatos, como os vinhos em lata ou em caixas bag-in-box, também ajudaram nisso, conseguindo atrair pessoas para o mundo dos vinhos.

Como a safra de uva é a maior em duas décadas, está previsto que 2021 repita o bom resultado do ano passado. Isso se dá pelas condições climáticas favoráveis, principalmente no Rio Grande do Sul, local onde são produzidos 90% dos vinhos brasileiros.

O consumo de vinho aumentou muito desde o ano passado

Além do resultado comercial positivo, o vinho brasileiro também é sucesso em prêmios, batendo o recorde de premiações em uma das mais prestigiosas competições do setor, o The International Wine Challenge, com 55 rótulos nacionais reconhecidos.

Leia: Aurora Millésime completa 30 anos com edição especial

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Taste São Paulo: Degustando Estrelas do Guia Michelin 2024

O Guia Michelin 2024 lançado no dia 20/5, selecionou 140 endereços de São Paulo e do…

Festival Brasil Sabor

De 16 de maio a 2 de junho, mais de 700 restaurantes de todo o…

Capital receberá o primeiro Festival da Cachaça

De 22 a 26 de maio, Brasília será sede do primeiro Festival da Cachaça da…

Reposicionamento e Integração Vertical: Mundo Planalto

O Mundo Planalto Parques e Resorts, antigo Mundo Planalto, está em contagem regressiva para a…