7 passos de como abrir um vinho de maneira correta

Tipos de abridores de vinho

Apesar da popularidade que o vinho no geral tem, existe muita gente que tem dificuldade para abrir um de maneira correta, chegando a preferir consumir aqueles que são lacrados com tampa de rosca. Pra essas pessoas, separamos alguns passos a serem tomados para auxiliar na hora de abrir um bom vinho.

Tipos de abridor de vinhos

Abridor manual: composto por um puxador em formato de T para o encaixe dos dedos e uma haste em espiral, é o tipo mais rudimentar. Para utilizá-lo, é preciso rosquear até o fim e puxar com certa força, fazendo movimentos de zigue-zague. Não é o tipo mais indicado para iniciantes.

Abridor de vinho borboleta: assim que a haste é rosqueada, basta empurrá-los para baixo para que a rolha seja levantada. É assim chamado pois possui dois puxadores nas laterais que lembram o formato do animal.

Sommelier (de rosca): o abridor em formato de rosca costuma ter um apoio para o bocal da garrafa, facilitando na retirada da rolha, além do puxador e da haste. É um dos mais comuns.

Abridor de vinho coelho: costuma ser um pouco mais caro, porém oferece mais facilidades. Esse utensílio tem uma pinça que abraça o bocal da garrafa, dando mais firmeza à retirada da rolha.

Abridor de ar comprimido: serve como uma espécie de “bomba de pressão”. Sua haste tem formato de agulha, e ao percorrer a rolha, injeta ar na parte interna da garrafa, empurrando sua tampa para fora.

Elétrico: sua grande vantagem é que esse tipo facilita o trabalho mecânico e não exige nenhum esforço para tirar a rolha. É possível encontrar os mais diversos tipos de abridores elétricos.

Pinça: ele possui um puxador na parte superior, e na inferior, uma pinça. Para usá-lo, basta inserir as hastes no bocal, nas laterais da rolha, e puxar, fazendo movimentos de zigue-zague.

Abrindo um vinho de maneira correta

Como abrir vinho: passo a passo

Para exemplificar esse processo, vamos usar como exemplo o saca-rolhas. Embora haja inúmeros outros modelos, a lógica é sempre a mesma.

1º passo
Use a faca acoplada ao saca-rolhas para retirar a cápsula do vinho. Também pode ser usada uma faca qualquer ou a ponta de uma tesoura. Rode a faca ao redor da base da boca da garrafa e tire a parte de cima da cápsula.

2º passo
Passe um pano sobre a rolha, para tirar qualquer poeira ou sedimentos. Posicione a ponta da rosca no meio da rolha, conforme mostra a imagem.

3º passo
Vá rosqueando o saca-rolhas até que toda a parte torcida esteja dentro da rolha. Nesse passo, quanto mais dentro da rolha estiver o saca-rolhas, melhor, pois evita que a rolha se quebre. Entretanto, evite atravessar a rolha para que os sedimentos não caiam dentro do vinho. Geralmente é mais seguro rosquear até um pouco antes da última curva da rosca sem fim.

4º passo
Apoie o primeiro nível do saca-rolhas na borda do gargalo da garrafa. Tome cuidado para a rolha não quebrar.

5º passo
Com uma mão, segure o apoio do saca-rolhas e com a outra faça força lentamente para cima até que a rolha comece a sair da garrafa.

6º passo
Caso esteja usando um saca-rolhas de duas fases, levante a rolha até que seja possível apoiar o segundo nível no gargalo da garrafa.

7º passo
Então, segure o apoio e faça força com maior cuidado para que o restante da rolha saia. E por último, sirva-se!

Algumas dicas:
• Tente recolocar o saca-rolhas inclinando se a rolha quebrar, com delicadeza na parte que sobrou (tente fazer um ângulo de mais ou menos 45º entre o gargalo e a rolha, com o saca-rolhas) e puxe-a devagar para fora. Se isso não der resultado, empurre a parte quebrada para dentro da garrafa. Há algumas pinças feitas especificamente para capturar a rolha perdida. Caso não tiver uma, pode “coar” o vinho em um decanter ou para outra garrafa esterilizada. Um filtro de café pode ajudar nisso.
• Utilize um corta-gotas para servir o vinho sem respingar. Encaixe-o na boca da garrafa para evitar que as gotas escorram. Se ainda não tem o seu, clique aqui para adquirir um.

É possível abrir vinho sem abridor

Abrindo um vinho sem abridor

A primeira forma é empurrando a rolha para dentro da garrafa. Para isso, utilize o cabo de um talher ou um objeto que caiba no gargalo e seja firme o suficiente para fazer pressão. O grande problema com esse método é que a rolha costuma soltar sedimentos no vinho. Isso não estraga a bebida, porém pode prejudicar sua degustação. A dica, caso isso ocorra, é passar o líquido por uma peneira na hora de servir.

Também é possível com com um martelo e um parafuso. Rosqueie o parafuso no centro da rolha; feito isso, encaixe a parte de trás de um martelo (muitas vezes chamada de “orelha” para puxar o parafuso para fora.

Leia: Vale dos Vinhedos ganhará hotel de alto luxo com parque temático

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

30 anos da ARBL

Brasília será o palco de uma celebração gastronômica especial em comemoração aos 30 anos da…

Piribier 2024

A 15ª edição do Piribier promete muita cerveja gelada e rock de qualidade. O evento…

Vinhos da Serra Gaúcha no Rio de Janeiro

Vinícolas da região da Serra Gaúcha marcam presença em dois eventos no Rio de Janeiro…

A experiência e as lembranças são as bases do enoturismo

O enoturismo nacional está ganhando destaque e importância crescente, tanto para a indústria do vinho…