Argentina está na lista de melhores vinícolas do mundo

A Argentina fica em primeiro no ranking de melhores vinícolas do mundo em 2021

A World’s Best Vineyards Academy, uma instituição criada para eleger as vinícolas mais fantásticas do mundo para se visitar, acaba de divulgar o ranking das 50 melhores vinícolas do mundo para visitar, no ano de 2021. O prêmio não se baseia somente na qualidade dos vinhos produzidos, mas sim na experiência de visitar a vinícola e seus atrativos. E pelo terceiro ano consecutivo a vencedora foi a Zuccardi Valle de Uco, que fica em Mendoza, na Argentina.

Os vencedores são eleitos pelo voto de mais de 600 sommeliers e especialistas em turismo de luxo, que selecionou os vencedores em mais de 1.500 estabelecimentos em todo o mundo. Certamente não é uma lista científica, mas revela alguns lugares bem legais – e o melhor, muitos deles perto do Brasil! – para quem gosta de roteiros de enoturismo.

A World’s Best Vineyards Academy nomeia as 50 melhores vinícolas do mundo em 2021

As 50 melhores vinícolas em 2021

  1. Vale Zuccardi Uco, Argentina
  2. Herdeiros do Marqués de Riscal, Espanha
  3. Château Margaux, França
  4. Vinícola Garzón, Uruguai
  5. Montes, Chile
  6. Antinori nel Chianti Classico (Marchesi Antinori), Itália
  7. Catena Zapata, Argentina
  8. Vinícola VIK, Chile
  9. González Byass – Bodegas Tio Pepe, Espanha
  10. Criação, África do Sul
  11. Cordilheira Craggy, Nova Zelândia
  12. Château Smith Haut Lafitte, França
  13. Champagne Taittinger, França
  14. Karam Wines, Líbano
  15. Rippon, Nova Zelândia
  16. Quinta do Crasto, Portugal
  17. Clos Apalta, Chile
  18. Trapiche, Argentina
  19. Quinta da Aveleda, Portugal
  20. Vinícola Sikory, Rússia
  21. Château Oumsiyat, Líbano
  22. Domäne Wachau, Áustria
  23. Vale de Lefkadia, Rússia
  24. Vinhos El Enemigo, Argentina
  25. Henschke, Austrália
  26. Família Torres – Pacs del Penedès, Espanha
  27. Soalheiro, Portugal
  28. Viña Santa Rita, Chile
  29. Quinta do Noval, Portugal
  30. Delaire Graff Estate, África do Sul
  31. d’Arenberg, Austrália
  32. Abadía Retuerta, Espanha
  33. Vinícola Château Mercian Mariko, Japão
  34. Schloss Johannisberg, Alemanha
  35. Bodega Colomé, Argentina
  36. Château Mouton Rothschild, França
  37. Penfolds Magill Estate, Austrália
  38. Quinta do Bomfim, Portugal
  39. Château Héritage, Líbano
  40. Robert Mondavi Winery, Estados Unidos
  41. Vinhedo Casas del Bosque, Chile
  42. SuperUco, Argentina
  43. Bodegas RE, Chile
  44. Klein Constantia, África do Sul
  45. Viu Manent, Chile
  46. Weingut Dr. Loosen, Alemanha
  47. Ridge Vineyards – Monte Bello, Estados Unidos
  48. Château Cana, Líbano
  49. Quinta do Vallado, Portugal
  50. Quinta do Infantado, Portugal
O melhor vinho da Zuccardi é o Malbec Finca Piedra Infinita Gravascal 2018

Zuccardi Valle de Uco

A Zuccardi Valle de Uco foi eleite pela terceira vez consecutiva, a melhor vinícola do mundo. A vinícola abriu suas portas há 6 anos na província de Mendoza e nos últimos 3 anos foi premiada pela The World Best Vineyard como a melhor vinícola do mundo em seu Top 50. O melhor vinho da Zuccardi é o Malbec Finca Piedra Infinita Gravascal 2018, que obteve a maior pontuação possível na revista Wine Advocate de Robert Parker, “100 pontos Parker”. A qualidade dos vinhos é o principal critério, mas a gastronomia, o roteiro, a acessibilidade, o ambiente, o serviço, a reputação e a paisagem também são avaliados.

Piedra Infinita foi inaugurada em 2016 pelo arquitecto Fernando Raganato e, como o próprio nome indica, homenageia e simboliza a naturalidade da paisagem que a rodeia. O seu design também ganhou uma distinção própria no ano da sua inauguração: a adega recebeu o Gold Award de melhor arquitetura e paisagismo do mundo pela Best Of Wine Tourism.

O restaurante da vinícola possui mesas ao pé da serra para uma experiência única. Existem 5 alternativas à sua escolha: a mais barata, sem harmonização, custa US$ 60, e a mais luxuosa, que inclui os vinhos mais premiados da vinícola, custa US$ 186.

A vinícola Zuccardi Valle de Uco investe também na gastronomia

Quanto às degustações, existem diferentes tipos conforme os vinhos escolhidos. Os preços variam de US$ 20 a US$ 62. Você pode escolher entre as séries Polígonos (a mais econômica), Valle de Uco, Experiencia Terroir e Fincas, cujas nuances refletem as particularidades de cada vinhedo específico. As degustações incluem também a visita guiada. É importante reservar com antecedência, pelo menos um mês antes da visita, pois são poucos os lugares e esgotam!

A vinícola argentina ajudou a sagrar a América do Sul como a melhor região para o enoturismo, liderando uma relação de outras 10 propriedades que também foram bem avaliadas no top 50 da competição.

Mais informações sobre a Zuccardi Valle de Uco no site: https://zuccardiwines.com/

Leia: Com rótulos caricaturados e usando expressões populares, Vinícola Bebber homenageia cultura gaúcha

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Vik Chile vence prêmio ‘South America’s Leading Wine Region Hotel’ pelo segundo ano consecutivo

O Vik Chile foi premiado pelo segundo ano consecutivo com o renomado prêmio “South America’s…

Casa Chandon Garibaldi: O Refúgio dos Amantes de Espumantes

Localizada na pitoresca cidade de Garibaldi, na Serra Gaúcha, a Casa Chandon é muito mais…

Em Brasília, Cooperativa Vinícola Garibaldi leva novidades à Expovitis

Brasília se prepara para receber um dos eventos mais aguardados pelos entusiastas e profissionais da…

Prêmio Queijo Brasil

Em uma noite memorável em Blumenau (SC), ocorreu a entrega do Prêmio Queijo Brasil, um…