Com rótulos caricaturados e usando expressões populares, Vinícola Bebber homenageia cultura gaúcha

Família Bebber

A Vinícola Bebber, localizada em Flores da Cunha, na Região dos Altos Montes da Serra Gaúcha, é uma empresa familiar que valoriza muito suas origens, cultura e história. E é por causa desse respeito que surgiu a linha de rótulos em homenagem à cultura gaúcha, sendo eles: Maragato, Chimango, Bah e Guri.

Para Felipe Bebber, Sócio e Enólogo responsável pela elaboração dos rótulos, esta homenagem foi algo natural, porque é um reflexo dos valores inatos de sua própria família e, por consequência, da empresa. A partir de palavras conhecidas da cultura gaúcha, a linha de rótulos conta com ilustrações trazendo o simbolismo do gaúcho através de caricaturas bem-humoradas, detalhes em couro e outras singularidades. Felipe Bebber conta que essa história começou com o ‘Bah’, que chama muito a atenção pela intensidade aromática, sendo um corte bem inusitado, com 93% de Tannat, 7% de Touriga Nacional.

Vinícola Bebber homenageia cultura gaúcha

Em seguida, a “família” dos vinhos só aumentou, integrando o tinto Maragato e o branco Chimango, fazendo referência aos grupos adversários da Revolução de 1923, que se distinguiam pela cor do lenço, vermelho ou branco, no pescoço. O mais novo lançamento da linha de vinhos que homenageiam o Rio Grande é o Guri, o rótulo chegou ao mercado em 2021, sendo elaborado na safra do ano anterior. É um vinho 100% Pinot Noir, de caráter mais jovem, estagia apenas 6 meses em barrica de carvalho, tendo toda essa leveza, elegância, diversão, despretensão que um “guri” tem ao se apresentar, conta Felipe Bebber.

Local responsável pela maior produção de uvas e vinhos do país

Local responsável pela maior produção de uvas e vinhos do país, chegando 80 milhões de quilos de uva e 45 milhões de litros de vinho numa só safra, a Região dos Vinhos dos Altos Montes, onde a Vinícola Bebber se encontra, está localizada na Serra Gaúcha, entre os municípios de Flores da Cunha e Nova Pádua. A partir do ano de 2002, a rede vitivinicultora e o enoturismo local são fortalecidos pela Associação de Produtores dos Vinhos dos Altos Montes (Apromontes), composta por 12 vinícolas: Boscato Vinhos Finos, Casa Venturini Vinhos & Espumantes, Cave de Angelina Vinhos & Vinhedos, Fante Bebidas, Luiz Argenta Vinhos Finos, Terrasul Vinhos Finos, Valdemiz Vinhos Finos, Vinhos Fabian, Vinhos Viapiana, Vinícola Família Bebber, Vinícola Mioranza e Vinícola Panizzon.

Mais informações no site: https://www.familiabebber.com.br/Home/

Leia: Safra 2021 ganha novidades

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Vem ai o II Wine Jazz Piri

O 2º Wine Jazz Piri está chegando com a proposta de apresentar o Terroir do…

Masterclass marca comemoração do dia de Portugal

Uma Masterclass com excelentes rótulos portugueses marcou a primeira parte das comemoraçoes do dia de…

Evento com presença de Luis Pato em Brasília

Quem esteve em Brasília foi o renomado produtor da Bairrada, Luis Pato. O evento, promovido…

ProWine São Paulo 2024 será palco do lançamento mundial

O evento ProWine São Paulo, a maior e principal feira de vinhos e destilados das…