As novas regras da Avaliação Nacional de Vinhos

A 32ª edição da Avaliação Nacional de Vinhos, organizada pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), promete ser uma celebração marcante para o setor vitivinícola brasileiro. Desde sua criação em 1993, o evento tem se adaptado às tendências da cadeia produtiva da uva e do vinho, contribuindo significativamente para a evolução do vinho nacional. Este ano, importantes alterações no regulamento foram implementadas, visando beneficiar ainda mais os pequenos produtores e refletir a atual realidade do setor.

Conforme o novo regulamento, vinícolas que vinificam até 100.000 quilos de uvas e possuem lote mínimo de 2.000 litros agora podem inscrever suas amostras. Para as empresas que processam entre 100.000 e 1.000.000 quilos de uvas, o lote mínimo de inscrição é de 3.000 litros. Além dessas mudanças, o evento retornará ao formato exclusivamente presencial, um reencontro esperado pelos profissionais da área após os desafios impostos pela pandemia.

O presidente da ABE, enólogo Ricardo Morari, destaca a importância dessas alterações. “A Safra 2024 teve uma queda média de 20% a 30%. Com menos uvas, temos menos vinho, e esta alteração beneficiará os pequenos produtores que têm grande representatividade no setor”, afirma Morari. Ele acrescenta que a retomada do evento presencial reflete o desejo de celebração e confraternização entre os profissionais do vinho.

A Avaliação Nacional de Vinhos, dinâmica como o próprio vinho brasileiro, continua a se transformar. Além das mudanças no regulamento, o evento segue recebendo amostras de todo o país, abrangendo diversos terroirs. A edição passada introduziu modificações que permanecem em 2024, como a redução de três para duas amostras na Categoria Vinho Base para Espumante, o acréscimo de uma para duas na Categoria Vinho Tinto Jovem, incluindo um grupo específico para Pinot Noir, e a ampliação da possibilidade de inscrição de vinhos de colheita de inverno.

O período de inscrições para as amostras das vinícolas de todo o país já está aberto e se estende até 24 de julho. O regulamento completo e a ficha de inscrição estão disponíveis no site oficial da Avaliação Nacional de Vinhos, www.anvinhos.com.br.

Esta edição da Avaliação Nacional de Vinhos não só celebra o melhor do vinho brasileiro, mas também reforça a importância da inovação e da adaptação contínua no setor vitivinícola.

Leia também – Oficina Gourmet de Julho no TGS

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Vik Chile vence prêmio ‘South America’s Leading Wine Region Hotel’ pelo segundo ano consecutivo

O Vik Chile foi premiado pelo segundo ano consecutivo com o renomado prêmio “South America’s…

Casa Chandon Garibaldi: O Refúgio dos Amantes de Espumantes

Localizada na pitoresca cidade de Garibaldi, na Serra Gaúcha, a Casa Chandon é muito mais…

Em Brasília, Cooperativa Vinícola Garibaldi leva novidades à Expovitis

Brasília se prepara para receber um dos eventos mais aguardados pelos entusiastas e profissionais da…

Prêmio Queijo Brasil

Em uma noite memorável em Blumenau (SC), ocorreu a entrega do Prêmio Queijo Brasil, um…