Destaques Blog Vinho Tinto do mês de junho: três ótimos vinhos e com bom custo!

Vários foram os vinhos por mim degustados durante o mês de maio, mas segue, aqui, uma pequena lista daqueles que, na minha avaliação, mereceram destaque. Aproveitem porque são bons vinhos e com preços bem justos. Também são fáceis de serem encontrados!

Amalaya Malbec

Amalaya Malbec 2015:  Vinho bem surpreendente este. É um Malbec produzido no Valle Calchaqui, em Salta, na Argentina – uma região mais quente do país, mas que nem por isso apresentou um vinho com frutas compotadas. Ao contrário, as frutas vermelhas estavam bem frescas e toques apimentados fizeram a diferença. Muito equilibrado. Taninos macios e persistência notável. Detalhe: foi muito elogiado por Robert Parker e pela Whine Enthusiast. Quem traz para o Brasil é a Enoteca Decanter. Preço: R$82,00.

Pinha

Pinha Dão 2014: Esse vinho custa cerca de R$69,00 apenas, um preço bem justo. É trazido para o Brasil pela Winebrands.  É um blend de Touriga Nacional, Alfrocheiro e Tinta Roriz. É bem frutado, pois não é fermentado e nem maturado em madeira. No nariz as frutas vermelhas se destacam mais, algo como morango e groselha. Mas, vale à pena esperar o vinho aerar na taça para que o álcool se dissipe e você possa perceber essas características com mais facilidade. Na boca, ele já apresenta também as frutas negras e ainda toques apimentados e de folhas secas. Além de taninos macios, possui um bom volume e tanto a acidez como a persistência são médias. Vinho interessante para ser degustado de forma despretensiosa no dia a dia ou mesmo ser acompanhado por algum prato leve, massas simples com molho de tomate e até mesmo um peixe não gorduroso.

Cantagua

Cantagua Gran Reserva 2014:  feito a partir do corte de Petit Verdot (70%) e de Cabernet Sauvignon (30%). Um vinho exuberante, complexo, com nariz intenso e toques de frutas negras e vermelhas, baunilha, tabaco, especiarias e um mentol bem intenso em boca. Taninos bem sedosos. O valor também é bom, gira em torno de R$140,00 (mas esse é preço de restaurante, viu?).  É interessante passar por um decanter para aerar e dissipar melhores os aromas. Particularmente, na taça, ao respirar, mostrou-se boa complexidade. Quem importa é a Optimus Importadora.

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Vik Chile vence prêmio ‘South America’s Leading Wine Region Hotel’ pelo segundo ano consecutivo

O Vik Chile foi premiado pelo segundo ano consecutivo com o renomado prêmio “South America’s…

Casa Chandon Garibaldi: O Refúgio dos Amantes de Espumantes

Localizada na pitoresca cidade de Garibaldi, na Serra Gaúcha, a Casa Chandon é muito mais…

Em Brasília, Cooperativa Vinícola Garibaldi leva novidades à Expovitis

Brasília se prepara para receber um dos eventos mais aguardados pelos entusiastas e profissionais da…

Prêmio Queijo Brasil

Em uma noite memorável em Blumenau (SC), ocorreu a entrega do Prêmio Queijo Brasil, um…