Entendendo a Roda de Aromas do Vinho

A Roda de Aromas é estruturada em categorias identificadas por cores

Para um novato ou até mesmo um experiente em vinhos, a Roda de Aromas pode ser uma grande companheira durante o processo de exercício da memória olfativa, sobretudo quando esta ainda está se desenvolvendo. Esse instrumento é algo importante, na medida em que nos ajuda a usar o nariz para decifrar as características do vinho.

A roda reúne uma lista de conceitos que representam aromas perceptíveis em um vinho. Com o auxílio dela, podemos promover jogos entre amigos ou ainda desafiar a nós mesmos neste sentido tão complexo, que é o olfato. Porém, o grande objetivo desse instrumento é o de poder analisar com clareza um vinho, sem se ocupar com ideias muito subjetivas, como “elegante”, “intenso”, entre outros. Esta objetividade se dá porque esses aromas possuem referências naturais, que a maiorias das pessoas conseguem reconhecer. Os aromas do vinho podem ser classificados segundo sua origem, dividindo-os em 3 grandes grupos.

O grande objetivo da Roda de Aromas é o de poder analisar com clareza um vinho

Grupos da Roda de Aromas

Aromas Varietais: dependem das características do terroir, como solo e clima, para a sua expressão, e são compostos químicos aromáticos próprios de cada uva.

Aromas Pré-Fermentativos: compostos aromáticos gerados desde o momento da colheita da uva até aquele anterior à sua fermentação alcoólica.

Aromas Pós-Fermentativos e de Guarda: são produzidos durante o processo de amadurecimento e envelhecimento dos vinhos já dentro das barricas ou nas garrafas.

Aprenda a apreciar um ótimo vinho usando a Roda de Aromas

As nomenclaturas descritivas da Roda de Aromas se dividem em três níveis, desde os mais genéricos (frutado, floral…), passando por um nível mediano (ex: dentro dos frutados, há frutas tropicais, vermelhas, frutas secas etc.) até os conceitos mais específicos (ex: encontramos limão e laranja dentro de frutas cítricas).

Como forma de proporcionar um conforto visual maior, a Roda de Aromas é estruturada em categorias identificadas por cores. Cada uma delas se divide em subcategorias, com o intuito de que possamos encontrar a nuance olfativa correta da forma mais específica. Existem atualmente inúmeros formatos de Rodas de Aromas, classificados por cores, tamanhos, tipos de vinhos, castas de uvas etc. mas vale ressaltar que A Roda de Aromas foi desenvolvida pela química americana Ann C. Especialista em análise sensorial e enologia. Ela foi a primeira mulher a ser contratada em 1974 na faculdade do Departamento de Viticultura e Enologia da Universidade de Davis na Califórnia.

Leia: Vinícola Góes se destaca em Concurso de vinhos

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Palomina Bar: Novo Wine Bar em Brasília

Brasília, o terceiro maior polo gastronômico do Brasil, ganha um novo wine bar: o Palomina…

Directo del Viñedo Vendimia no Uruguai

Após ser realizado no Brasil e no Chile, o Directo del Viñedo Vendimia chega ao…

Júri Internacional Avalia 12º Brazil Wine Challenge

O 12º Brazil Wine Challenge, que ocorrerá de 16 a 19 de julho em Bento…

Dia do Vinho Ticiana Werner

Depois de conquistar o público brasiliense com bons vinhos, alta gastronomia e sofisticação, o Dia…