Exportação de vinhos nacionais cresce 250% no semestre e atinge meta do ano inteiro

Vinho nacional com bandeira
De janeiro a junho deste ano, o Brasil exportou US$7,16 milhões em vinho engarrafado, um total de 1,78 milhões de litros

Os vinhos brasileiros estão fazendo bonito mundo a fora.  Já no primeiro semestre de 2014, a meta de exportação do ano inteiro foi atingida e inflou 250% em relação ao mesmo período do ano passado.  Segundo dados do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), de janeiro a junho deste ano, o Brasil exportou US$7,16 milhões em vinho engarrafado, um total de 1,78 milhões de litros. Para se ter uma base de comparação, em todo o ano de 2013 as vendas para o exterior totalizaram US$ 5,3 milhões com 1,5 milhões de litros. Outro dado  importante e bastante comemorado pelo Instituto foi a valorização do preço médio obtido por litro exportado, que aumentou de US$ 3,36 para US$4,01, um ganho próximo de 20%.

vinhos do bras
Segundo a assessoria de imprensa do Ibravin, cerca de 98% do vinho exportado é de qualidade

Vinho de qualidade  –  Cerca de 98% do vinho exportado é composto por vinho de qualidade. “Infelizmente não existe uma lista oficial que faça a distinção entre os vinhos finos e os vinhos de mesa, apenas entre vinhos engarrafados e a granel, mas quando se fala em vinho engarrafado para o exterior, praticamente estamos falando de vinhos finos”, explicou ao Blog Vinho Tinto a Assessoria de Imprensa do Ibravin.

Maior importador de vinho brasileiro – Entre os compradores destaca-se o Reino Unido que, no ano passado, ocupava a sexta posição no ranking dos principais destinos e, nos últimos três meses vem se mantendo como o maior importador dos vinhos brasileiros. Até o momento foram gastos pelos ingleses 1,56 milhões em vinhos.

wines of Wines of Brasil – No total, nos primeiros seis meses do ano, os vinhos brasileiros engarrafados foram exportados para 35 países, contra 32 do mesmo período de 2013. Os cinco países-alvo do Wines of Brasil – projeto do Ibravin em parceria  com a Agência Brasileira de Promoção às Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para promover os  vinhos brasileiros no Exterior – estão entre os 10 principais destinos de exportação, sendo eles Reino Unido, Alemanha, Holanda, Estados Unidos e China/Hong Kong. Além da Bélgica, figuram entre os destinos de destaque Paraguai, Japão, Suíça e Colômbia. A participação em feiras no exterior é uma das causas apontadas pelo Ibravin para contribuir com o fortalecimento da imagem do vinho brasileiro em outros continentes.

Curiosidades – A China que surgiu como importadora de vinhos brasileiros há apenas três anos, hoje está entre os 10 principais compradores.  Outra curiosidade é que no ano de 2013 nenhum país árabe comprou vinho do Brasil, já este ano, somente para um cliente instalado nos Emirados Árabes Unidos foram vendidos 248 litros por US$ 1.210, uma média de preço por litro, de US$ 7,47.

Confira a tabela:

Elaboração Ibravin -Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, SECEX -Secretaria de Comércio Exterio
Elaboração Ibravin -Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, SECEX -Secretaria de Comércio Exterio
Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Porto a Porto promove almoço harmonizado com vinhos da linha VOGA Itália

Participei de um evento memorável organizado pela Porto a Porto, onde tive a oportunidade de…

Curso Básico de Vinhos Nível 1 Intensivo de Férias

A Associação Brasileira de Sommeliers do Distrito Federal (ABSDF) acaba de anunciar o Curso Básico…

Evento destaca reforma tributária e apoio ao empreendedorismo

Na noite desta terça-feira (11), diversas lideranças do setor produtivo e autoridades públicas participaram da…

Rótulos Inovadores e Novas Regulamentações da União Europeia

Nos últimos anos, os rótulos de produtos, especialmente no setor de vinhos e espumantes, têm…