Salton e a vitivinicultura sustentável

Como uma empresa com mais de 100 anos de experiência na elaboração de espumantes e vinhos, a Salton busca evoluir ao lado da tecnologia e da sustentabilidade. Um exemplo disso é o recente avanço da vinícola em eliminar o uso de herbicida em seus vinhedos próprios. Isso foi alcançado por meio do uso de plantas de cobertura nativas, como o azevém, que protegem as videiras e auxiliam na conservação do solo, controle de temperatura e sequestro de carbono.

Além disso, a Salton reduziu significativamente o uso de inseticidas e produtos químicos em seus vinhedos próprios, através do monitoramento e controle preciso das necessidades de intervenção. A vinícola também incorporou o uso de produtos biológicos na Campanha Gaúcha, visando um manejo fitossanitário mais sustentável. Isso inclui o uso de microrganismos que promovem a ciclagem de nutrientes no solo, resultando em melhor aproveitamento desses elementos pelas videiras.

Em relação à viticultura sustentável, a Salton trabalha em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), que tem realizado estudos para desenvolver práticas que preservem a fauna e flora local. Isso inclui a identificação de corredores biológicos em seus vinhedos, que servem como refúgio para a biodiversidade. Além disso, a vinícola realizou um mapeamento ambiental com a instituição, buscando técnicas que harmonizem a viticultura com o bioma natural.

A Salton também lançou recentemente a segunda edição do Relatório de Sustentabilidade, que detalha suas iniciativas e avanços na área. Além disso, a vinícola tem atuado diretamente com as famílias de agricultores na região da Campanha Gaúcha, que enfrentaram desafios após as enchentes de maio de 2024, ajudando a minimizar os impactos sociais e econômicos da tragédia climática.

Em suma, a Salton busca manter o equilíbrio entre a produção de vinhos e espumantes de alta qualidade e práticas que promovam a conservação ambiental e a sustentabilidade, buscando consolidar sua presença como uma referência em inovação e responsabilidade ambiental no setor vitivinícola.

Leia também – ABRABE capacita em Brasília para combater o mercado ilegal de bebidas alcoólicas

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Vinhos premiados no Wine Piri Jazz

Conheça os vinhos premiados por Marcelo Copello no Wine Piri Jazz. Foram avaliados 62 vinhos…

Evento de Harmonização de Vinhos Italianos Tenuta Ulisse

Na última quinta-feira (20), o perfil @vinhosporetienne teve o privilégio de participar de um evento…

Palomina Bar: Novo Wine Bar em Brasília

Brasília, o terceiro maior polo gastronômico do Brasil, ganha um novo wine bar: o Palomina…

Directo del Viñedo Vendimia no Uruguai

Após ser realizado no Brasil e no Chile, o Directo del Viñedo Vendimia chega ao…