Vinícolas Brasileiras fazem negócios na Prowein 2016 na Alemanha

Drinks com vinhos e espumantes brasileiros fizeram sucesso na ProWein 2016- Foto André Bezerra As vinícolas brasileiras que participaram da ProWein 2016, maior feira de vinhos do mundo, realizada anualmente na Alemanha, fecharam um total de USD 800 mil em negócios, conforme relatório do Wines of Brasil. O montante é 60% superior ao verificado na edição do ano passado, quando o volume chegou a USD 500 mil. O Wines of Brasil é um projeto setorial desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

De 13 a 15 de março, em Düsseldorf, as 10 vinícolas presentes no evento (Aurora, Basso, Don Guerino, Casa Valduga, Lídio Carraro, Miolo, Pizzato, Perini, Peterlongo e Salton) mantiveram um total de 176 contatos, com representantes da Alemanha, Áustria, Austrália, Angola, Aruba, Bélgica, Bulgária, Canadá, Dinamarca, Estados Unidos da América, Espanha, França, Holanda, Itália, Japão, Malta, Nigéria, Polônia, República do Chipre, República Tcheca, Reino Unido, Rússia, Romênia, Suíça, Suécia e Países Nórdicos. A perspectiva é de que nos próximos 12 meses os negócios a serem fechados cheguem a USD 1,6 milhão.

Estande do Wines of Brasil na ProWein 2016 - Foto André Bezerra

De janeiro a dezembro de 2015, as vinícolas brasileiras exportaram um total de 1.591.770 litros de vinhos finos e espumantes para 35 países.

Esta foi a 12ª participação do Wines of Brasil na ProWein. Para a analista de Promoção do projeto, Mônica Tartaro, a feira mais uma vez mostrou sua grande importância para o Brasil e suas empresas vinícolas. “Desde o primeiro dia, o movimento foi muito intenso no estande Brasil. Notou-se um interesse crescente pelo vinho brasileiro, com destaque para os espumantes, por todos que visitaram o espaço”, avalia Mônica.

Nesta edição, a novidade ficou por conta de uma mesa coletiva onde foram mostrados somente rótulos premiados ou medalhados, remetendo aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que ocorrem este ano no país. Com a sinalização Celebrate with Brasil – Get to Know our Champions! (Celebre com o Brasil – Conheça Nossos Campeões!), o público pôde apreciar esses vinhos e obter mais informações sobre as regiões produtoras, os diferentes estilos e detalhes de cada rótulo por meio de cartões entregues aos visitantes.

No Brazilian Happy Hour, um bartender elaborou drinks especiais para cada dia com vinhos e espumantes brasileiros. Destaque para o drink que levou as cores do Brasil: verde, amarelo e azul. Alguns importadores das vinícolas solicitaram receitas para serem utilizadas em ações no exterior. As receitas já se encontram disponíveis com o Wines of Brasil para utilização das vinícolas. “Com isso, objetivou-se mostrar ao trade e à imprensa internacional mais opções de utilização da bebida para aumento de vendas e penetração no mercado”, afirma a analista.

Noite Novos Encantos do Brasil

Os vinhos brasileiros foram as estrelas em um jantar promovido no dia 17 de março por Iramaia Kotschedoff, parceira do Wines of Brasil que faz parte do Skäl International Club of Düsseldorf, cujos membros são da área de turismo, gastronomia e hotelaria. Todos os meses o clube tem uma atividade diferente, e nunca havia recebido uma programação sobre o Brasil. Foi uma noite promovida para divulgação do país e seus roteiros turísticos e para mostrar que, além de Rio de Janeiro e outros destinos já conhecidos, existe também o Brasil vitivinícola.

Sobre o Wines of Brasil

Atualmente, 25 vinícolas participam do projeto, cujo objetivo é promover a imagem dos vinhos do Brasil no mercado externo. Nos últimos anos, cerca de 70% das empresas que aderem ao Wines of Brasil conseguem manter continuidade de suas exportações, devido à todo o suporte e programas de capacitação oferecidos pelo projeto, entre outras ações. Mais informações podem ser obtidas no site do Ibravin.

 

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Vik Chile vence prêmio ‘South America’s Leading Wine Region Hotel’ pelo segundo ano consecutivo

O Vik Chile foi premiado pelo segundo ano consecutivo com o renomado prêmio “South America’s…

Casa Chandon Garibaldi: O Refúgio dos Amantes de Espumantes

Localizada na pitoresca cidade de Garibaldi, na Serra Gaúcha, a Casa Chandon é muito mais…

Em Brasília, Cooperativa Vinícola Garibaldi leva novidades à Expovitis

Brasília se prepara para receber um dos eventos mais aguardados pelos entusiastas e profissionais da…

Prêmio Queijo Brasil

Em uma noite memorável em Blumenau (SC), ocorreu a entrega do Prêmio Queijo Brasil, um…