Wine Spectator divulga a lista dos Top 100 de 2013

Wine spectator  divulga Top 100
Cune Rioja Imperial Gran Reserva 2004: o melhor vinho do ano

Quer conhecer os melhores vinhos do ano? A Wine Spectator, considerada uma das mais influentes publicações do mundo especializadas em vinhos, divulgou recentemente a lista dos cem melhores de 2013, os chamados Top 100.

Pela primeira vez na história da lista, que é realizada há 25 anos, um vinho espanhol foi eleito como o melhor do ano: o Rioja Imperial Gran Reserva 2004, da Cia. Vinícola do Norte da Espanha  (US$63). No Brasil, a Vinci é a importadora dessa linha, porém, no momento, a comercialização do melhor vinho do ano ainda está indisponível.
Para selecionar os cem melhores vinhos, a revista levou em consideração os seguintes fatores: qualidade, relação custo x benefício, disponibilidade no mercado americano e um fator emocional, chamado de fator X.
O vinho vencedor obteve uma pontuação de 95 sobre 100 pontos.
wine and spirits elege top 100 2013
Um Grand Cru Classe em segundo lugar
Em segundo lugar na lista, ficou o Bordeaux de Saint Emillion Chateau Canon La Gaffelière de 2010 – que obteve 96 pontos, mas custa US$103. Já o terceiro lugar ficou para o americano Domaine Serene 2010, da vinícola Evestad, do Oregon, que recebeu 95 pontos (US$65).
Nenhum desses dois vinhos está disponível no Brasil, pelo menos, por enquanto.

wine spectator e top 100
Um Pinot Noir do Oregon ficou com o terceiro lugar dos melhores do ano
Norton Malbec 2011 na Wine Spectator
vinhos argentinos e chilenos na lista dos Top 100 deste ano

Destaque para os sul-americanos – Dois vinhos argentinos figuraram na lista dos Top 100. São eles: Norton Malbec Mendonza Reserva 2011(US$20), em 36º lugar, e Achával-Ferrer Malbec Mendoza Finca Mirador 2011 (US$125), em 73º lugar; e quatro chilenos também foram classificados:  Altos Las Hormigas Malbec Uco Valley Reserve 2011 (US$24), 42º posição; Viña Koyle Carmenère Colchagua Valley Royale 2010(US$26), em 44º lugar; Viña Santa Rita Triple C Maipo Valley 2008 (US$40), em 47º lugar, e Concha y Toro Syrah Buin Marqués de Casa Concha (US$22) em 62º posição. Dentre os sul-americanos que apareceram na lista dos Top 100, muitos já são comercializados no Brasil e podem ser encontrados nas melhores casas de vinho daqui ou, até mesmo, na internet.

Vinhos portugueses – Em 13º lugar apareceu o Croft Vintage Port 2011 (US$93), em 82º, o Quinta do Crasto Douro Reserva Old Vines 2009 (US$47) e em 87º, o Graham Tawny Port 20 Year Old (US$48).
Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Masterclass marca comemoração do dia de Portugal

Uma Masterclass com excelentes rótulos portugueses marcou a primeira parte das comemoraçoes do dia de…

Evento com presença de Luis Pato em Brasília

Quem esteve em Brasília foi o renomado produtor da Bairrada, Luis Pato. O evento, promovido…

ProWine São Paulo 2024 será palco do lançamento mundial

O evento ProWine São Paulo, a maior e principal feira de vinhos e destilados das…

ConceptWine realiza 1º Enomeeting Internacional

A ConceptWine, empresa com mais de 6 anos de experiência ensinando sobre vinhos, apresenta o…