Linha de Vinhos Finos “Muralha” é apresentada no DF pela Vinícola goiana Serra das Galés

Seis vinhos tintos - três varietais e três blends compõe a linha Muralha
Sommelier Luiz Otávio Moura e os seis vinhos tintos da linha Muralha – três varietais e três blends

No dia 11 de abril, a vinícola goiana Serra das Galés realizou um evento para apresentar a sua linha de vinhos finos Muralha. O evento foi realizado no salão de festas do restaurante Dom Francisco Asbac, em Brasília, e reuniu cerca de 150 pessoas, entre enófilos, sommeliers, donos de vinícolas e influencers – todos convidados previamente.

O médico Sebastião Ferro, proprietário da Serra das Galés, e o tetracampeão Bebeto, embaixador da linha Muralha
O médico Sebastião Ferro, proprietário da Serra das Galés, e o tetracampeão Bebeto, embaixador da linha Muralha

O evento foi organizado pela diretora comercial Teresa Duarte em parceria com Mara Flora, consultora de enoturismo. A recepção dos convidados ficou a cargo do “embaixador” da linha Muralha, o tetracampeão Bebeto e do médico Sebastião Ferro,  proprietário da Serra das Galés. “Foi exatamente de um sonho que nasceu a vontade de plantar uvas e criar uma indústria de fabricação de vinhos, em Paraúna-GO. Contrariando muitos prognósticos de que a atividade não daria certo em solo goiano, o sonho virou realidade”, revelou o médico.

Mara Flora, consultora de Enoturismo, e a diretora comercial da Serra das Galés Teresa
Mara Flora, consultora de Enoturismo, e a diretora comercial da Serra das Galés Teresa Duarte – organizadoras do evento

Linha Muralha

Os vinhos finos da Serra das Galés começaram a ser engarrafados  em 2016, quando surgiu a linha Muralha, com vinhos tintos, secos e estagiados em carvalho francês. Para eles existirem e terem qualidade foi adotado o sistema de dupla poda ou poda de inverno, que consiste em inverter o ciclo da videira para que a colheita aconteça num período mais propício.

Sérgio Pires, presidente da Associação Brasileira de Sommeliers do DF, prestigiou o evento e ressaltou que a variedade de uvas dos vinhos Muralha mostram que não é apenas a Syrah que brilha no Cerrado. “Essa variedade de uvas da Serra das Galés comprova que o terroir do Cerrado não é exclusivo para os Syrahs. Todos os vinhos degustados ainda estão jovens, já bem agradáveis, mas com todo o potencial de evoluírem na garrafa nos próximos anos”afirmou.

A linha conta com três rótulos varietais de Syrah, de Castelão e de Touriga Nacional e três cortes Syrah/Touriga Nacional, Syrah/Tempranillo e o Red Blend Premium feito a partir da Cabernet Sauvignon, Malbec, Tempranillo e Syrah. Este último, vale ressaltar, ficou entre os três melhores vinhos no concurso às cegas promovido durante a XVI Vinum Brasilis, realizada em Brasília em novembro do ano passado por Petrus Elesbão, que também marcou presença no evento.

Os valores dos rótulos variam de R$150,00 a R$300,00 e podem ser encontrados em Brasília, em lojas como A Garrafeira (215 Sul)e a D.O.C. Vinhos  (107 Norte), e em bares e restaurantes, como no Teta Cheese  (103 Sul)  e também no restaurante Dom Francisco (Asbac). Para pessoas jurídicas, os vinhos estão sendo vendidos pela diretora comercial da vinícola, Teresa Paula Gama, pelo telefone 62 98339-7919.

Sobre a Serra das Galés

O amor pela uva e pela terra natal, Paraúna-GO, fez com que o médico Sebastião Ferro iniciasse o que hoje se pode chamar do novo terroir do cerrado. A história da vinícola começa em 2004, ano em que movido pelo desenvolvimento regional e o empreendedorismo, o médico Sebastião Ferro fez uma incursão pela Serra Gaúcha para conhecer melhor o processo de fabricação de vinhos. Em junho de 2007, a vinícola foi inaugurada oficialmente tendo como base a inovação e o pioneirismo. “Dr. Sebastiao é um visionário e está de parabéns. Eu vou muito a Portugal e visito muitas vinícolas por lá e posso dizer confiante que a Serra das Galés em Paraúna-GO não deixa nada a desejar para as vinícolas lusitanas”, ressaltou Bebeto, o embaixador da linha Muralha.

Confira abaixo mais fotos do evento

Fotos – Rodrigo Martins

Leia também: Espumante Gioia Sur Lie da Aurora recebe 92 pontos no Descorchados

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Vinhos premiados no Wine Piri Jazz

Conheça os vinhos premiados por Marcelo Copello no Wine Piri Jazz. Foram avaliados 62 vinhos…

Evento de Harmonização de Vinhos Italianos Tenuta Ulisse

Na última quinta-feira (20), o perfil @vinhosporetienne teve o privilégio de participar de um evento…

Palomina Bar: Novo Wine Bar em Brasília

Brasília, o terceiro maior polo gastronômico do Brasil, ganha um novo wine bar: o Palomina…

Directo del Viñedo Vendimia no Uruguai

Após ser realizado no Brasil e no Chile, o Directo del Viñedo Vendimia chega ao…