O desabrochar da Madre Terra

A Vinícola Madre Terra é um negócio familiar que se encontra em uma propriedade de 45 hectares em Flores da Cunha, onde a força feminina presente na natureza é uma fonte de inspiração. Desde o início, a vinícola se dedica a respeitar o terroir e a sociobiodiversidade da região, produzindo microlotes de vinhos e espumantes autênticos.

A propriedade da vinícola é um local de grande beleza natural, com vinhedos em patamares, lagos, bosques e trilhas em meio à mata nativa. A vinícola investiu consideravelmente na preservação do ambiente, com um compromisso profundo com o respeito ao planeta e às relações naturais que nele ocorrem.

A filosofia da Madre Terra é baseada no respeito à vida, à natureza, ao feminino e ao espiritual. A empresa busca inspiração nos saberes ancestrais e na energia feminina da natureza para criar vinhos e espumantes, bem como experiências turísticas e enogastronômicas autênticas.

A propriedade está localizada a 847 metros de altitude e se dedica à agricultura regenerativa, adotando práticas sustentáveis que promovem a biodiversidade e a restauração dos ecossistemas. O cultivo de plantas de cobertura e o manejo integrado de pragas fazem parte dessas práticas sustentáveis.

A Madre Terra se compromete a cooperar com a natureza, proporcionando uma alternativa promissora e sustentável na produção de vinhos e espumantes, tudo isso enquanto respeita a essência do terroir e celebra a vida de forma única e significativa. A marca é impulsionada pelos valores e princípios que visam compartilhar uma experiência enriquecedora com aqueles apaixonados por vinhos, gastronomia, espiritualidade e natureza.

O Terroir:
  • A vinícola se destaca pelos seus vinhedos em patamares, semelhantes aos da região do Douro em Portugal, proporcionando excelente insolação, ventilação e drenagem para as vinhas.
  • Os vinhedos são irrigados para garantir um equilíbrio adequado de água para cada cultivar.
  • A região tem um clima subtropical com estações bem definidas e temperaturas variando de 7°C a 27°C.
  • O solo é argiloso e basáltico, proporcionando boa drenagem, e o relevo é ondulado, ideal para o cultivo de uvas de qualidade.

A Vinícola:
  • A Madre Terra possui 3,7 hectares de área cultivada com vinhedos próprios, produzindo variedades de uvas tintas e brancas.
  • A produção anual varia entre 6 a 8 mil quilos por hectare, resultando em vinhos e espumantes de alta qualidade.
  • Parte das uvas utilizadas vêm de produtores parceiros de diferentes regiões.
  • O empreendimento é conduzido pela família Zaneti, liderada por Hermes Zaneti e Izabel Zaneti, pais de Tainá.
Os Rótulos:
  • A Madre Terra oferece uma variedade de 10 rótulos, incluindo vinhos e espumantes.
  • Os produtos são produzidos com uvas cultivadas usando práticas de agricultura regenerativa.
  • O portfólio inclui microlotes com produção limitada, destacando as marcas AuraZ, CicloZ e VentreZ.
  • O processo de produção é acompanhado de perto por especialistas, incluindo o enólogo Delto Garibaldi, eleito melhor enólogo do Brasil em 2014.

A Natureza:
  • A propriedade da vinícola é um ambiente natural deslumbrante com mais de 500 árvores ornamentais de 80 espécies diferentes.
  • Os bosques se encaixam harmoniosamente na geografia da região, criando um ambiente de biodiversidade.
  • Cinco lagos naturais e trilhas em meio à mata nativa proporcionam experiências únicas junto à natureza.
As Experiências:
  • A Madre Terra planeja oferecer experiências enogastronômicas exclusivas a partir de outubro, incluindo trilhas pela propriedade, aulas sobre vinho e gastronomia, degustações e piqueniques.
  • No primeiro semestre de 2024, um restaurante totalmente integrado com horta, pomar e orquidário entrará em funcionamento.
  • Há planos para a criação de um hotel-boutique na propriedade, ampliando ainda mais as opções de experiências disponíveis aos visitantes.

Informações complementares:

Com uma capacidade de armazenagem de 75 mil litros, a vinícola possui 29 tanques de aço inox com controle de temperatura e capacidades que variam de 200 a 3 mil litros (12 duplos e 17 simples) e 34 barricas de carvalho – 29 franceses e 5 americanos.

Entre casas, galpões e a própria cantina com sua cave subterrânea e sala de tanques são 2.548 m² de área construída.

Fotos: Madre Terra – Ismael Steffen / Stf Estudio

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Confira os cursos da Associação de Sommeliers do DF para Março

Já imaginou aprimorar os seus conhecimentos na área do vinho de forma teórica e prática?…

Restaurante Aroma ganha novos pratos e ambientes

O Restaurante Aroma celebra seu quinto aniversário no final deste ano, mas já começou a…

João Roquette da Qualimpor é personalidade do Ano no Brasil

O dirigente da Qualimpor, João Roquette, português de origem, foi recentemente laureado com o título…

Participe do Festival de sakês no Noru Sushi

Se você é um entusiasta da culinária japonesa ou está à procura de aventuras culinárias…