Vinho branco combina com as comemorações de final de ano

Edição Única Viognier

Família reunida e muita comemoração por mais um ano que chega ao fim. O período de festas está se aproximando e com elas os momentos de celebração sempre são acompanhados por mesa farta. Seja no Natal ou Réveillon, tudo é motivo para brindar, e uma ótima pedida é o vinho branco.

A sommelière da Vinícola Aurora, Renata Guidoti, dá dicas preciosas de como harmonizar esses vinhos que têm a cara do Brasil com as delícias das festas de final de ano. A profissional enfatiza que a qualidade e a diversidade destes produtos são grandes aliadas do consumidor na hora de pensar na ceia de Natal, ou nos momentos que marcam a virada de ano, com possibilidades que agradam a todos os paladares.        

A especialista explica que o segredo de uma boa harmonização com vinhos brancos, assim como com outros vinhos e espumantes, está no cuidado para que a bebida não anule o alimento e vice-versa. Para isso, a recomendação clássica é sempre começar com vinhos mais leves para os mais estruturados, e deixar os vinhos de sobremesa para o gran finale.

Vinho branco de alta qualidade para brindar

“Basta olharmos para o mapa do Brasil para nos darmos conta da riqueza da nossa gastronomia e da combinação perfeita da maioria dos pratos com os vinhos brancos. O Brasil é um país tropical, com um litoral tão extenso quanto lindo, e tudo que é servido com o ‘pé na areia’ combinado com esses produtos, como aquele camarão na beira da praia, queijo coalho e peixes empanados, por exemplo. Além disso, os vinhos brancos brasileiros têm uma boa acidez, são frescos e vibrantes e combinam perfeitamente com a alegria do nosso país”, argumenta Renata.

Para as entradinhas, a sommelière recomenda que sejam servidas bruschettas de tomate, acompanhadas pelo Aurora Varietal Riesling Itálico (R$ 25). Este mesmo vinho, segunda ela, por ter a fruta acentuada e ser bastante leve, também casa muito bem com peixes assados e grelhados e aves de carne branca, como o tradicional peru de Natal, até o arroz à grega.

“O Riesling Itálico é delicado, mas também tem uma boa estrutura, e por é um produto versátil nas harmonizações. Ele vai muito bem com frutos do mar elaborados com molhos leves, ostras in natura e sashimis. Toda a gama de saladas que é servida nas festas de final de ano também combina perfeitamente com este vinho”, sugere.      

Um vinho especial, como o recém-lançado Aurora Edição Única Viogner (R$ 80), da histórica safra 2020, merece um lugar de destaque na combinação com os festejos deste período. Para isso, Renata propõe que seja harmonizado com salpicão, frutos do mar e até mesmo com pratos mais picantes.           

“É um vinho com ótimo equilíbrio do álcool com acidez, com o frescor de um vinho jovem e corpo de um vinho mais maduro. Assim como muitos vinhos brancos, ele casa perfeitamente com queijos como o brie”, diz.   

Vinho Branco – Aurora Colheita Tardia e rocambole

 
Chardonnay para acompanhar do leitão assado à maionese

Elaborado com a rainha das uvas brancas, o Aurora Pinto Bandeira Chardonnay Indicação de Procedência (R$ 49,90) não pode ficar fora dos brindes. A sommelière sugere harmonização que vai desde o bacalhau ao leitão assado até a tradicional salada de maionese.        

“Ele tem um corpo que segura a untuosidade deste pratos. O clássico caldo de lentilha que é servido logo após a virada de ano, ou o lombo de porco, o frango assado, a farofa de miúdos, a gama de possibilidades com este vinho é bem grande”, elenca Renata.     

Para as tortas salgadas, outro prato clássico das festa de final de ano, a profissional sugere combinar com o Aurora Varietal Riesling Itálico, quando for feita de legumes, ou com o Aurora Edição Única Viogner, se for preparada com atum.           

Vinho Branco – Aurora Varietal Riesling Itálico 2019



Um rosé entre os brancos

Como toda a regra, sempre tem uma exceção. Renata Guidoti cita o vinho Aurora Reserva Rosé (R$ 39,90) como dica de harmonização perfeita com chester e tender. Ela acrescenta que todos os pratos com salmão e peixes cru, como atum, também têm o sabor valorizado com este produto.          

No apagar das luzes, na hora da sobremesa, nada melhor do que harmonizar o clássico panetone de frutas cristalizadas e doces como rabanada ou o bem brasileiro mousse de maracujá e tortas de frutas cítricas com o Aurora Colheita Tardia Branco (R$ 20). O vinho elaborado com as uvas Malvasia e Moscato conquistou o paladar do brasileiro por combinar com outras sobremesas, como suflê de baunilha e crepe. 

Mais informações no site: https://www.vinicolaaurora.com.br/br

Leia: Wine Garden comemora Virada do Ano em grande estilo

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Reforma Tributária: Como o Vinho Será Afetado?

A reforma tributária está prestes a impactar o preço das bebidas alcoólicas, tornando-as mais caras…

O Melhor da UVVA apresentado pela ABSDF em Brasília

Na última sexta-feira, dia 24, a ABS/DF (Associação Brasileira de Sommeliers do Distrito Federal), em…

Celebração de Corpus Christi em Flores da Cunha

A cidade de Flores da Cunha, no Rio Grande do Sul, se prepara para ser…

Sete Lendários Miolo

O Miolo Wine Group está em uma jornada pelo Brasil para apresentar a terceira Coleção…