Filipa Pato e os vinhos sem maquiagem – ‘Um mundo melhor para as próximas gerações’

Etiene Carvalho (Blog Vinho Tinto) e a enóloga portuguesa Filipa Pato

Filipa Pato é uma renomada enóloga portuguesa conhecida mundialmente por seus “vinhos sem maquiagem”, uma filosofia que busca expressar a verdadeira essência do terroir e da uva, sem interferências artificiais durante o processo de vinificação. Filipa procura respeitar a natureza e o caráter único de cada vinha. Isso significa evitar o uso de produtos químicos e pesticidas, adotando práticas orgânicas e biodinâmicas.

Nascida em uma família com uma longa tradição vinícola na região da Bairrada, em Portugal, Filipa seguiu os passos de seu pai, Luís Pato, um notável produtor de vinhos. A enóloga é especialmente conhecida por seus vinhos da região da Bairrada, onde numa vinícola que leva seu nome tem explorado variedades de uvas autóctones, como a tinta Baga, e experimentado diferentes técnicas de vinificação. É uma figura inspiradora na indústria vinícola, sendo uma defensora da autenticidade, da sustentabilidade e da excelência na produção de vinhos.

Abaixo, entrevista inédita do Blog Vinho Tinto com Filipa Pato.

Blog Vinho Tinto – Em que consiste a filosofia de produzir “vinhos sem maquiagem”?

Filipa Pato – “Vinhos sem maquiagem” porque eu sempre quis preservar a origem do vinho, a essência do terroir e da uva. O que busco com minha equipe é respeitar a natureza e o caráter único de cada vinha. Isso significa evitar o uso de produtos químicos e pesticidas, adotando práticas orgânicas e biodinâmicas. Trabalhamos de forma muito precisa na vinha pra termos as melhores uvas possíves a fim de evitarmos a “maquiagem” na adega.

Blog Vinho Tinto – Qual a Diferença entre o vinhedo biológico e o biodinâmico em Portugal?

Filipa Pato – Biodinâmico é um passo à frente do biológico – três anos para ser ter uma vinha biológica e mais dois pra convertê-la em  biodinâmica. Esse última além de não usar agrotóxicos usa preparados que ativam a vida do solo e também segue o calendário lunar. É um trabalho imenso porque envolve fertilização natural, preparação de compostos para aplicar na vinha e tudo isso envolve tempo e dedicação. Também é necessário mão-de-obra especializada, animais e estímulo à vida selvagem.

Blog Vinho Tinto – Viticultura Orgânica e Biodinâmica é uma tendência ou moda?

Filipa Pato – Eu não sigo moda. Vivi em cidade grande por alguns anos e quando voltei para o campo percebi que o campo estava tão ou mais poluído que a cidade, com muito agrotóxico e com pouca consciência ambiental. A adoção da viticultura biológica e biodinâmica é uma escolha minha para ter uma vida saudável de verdade no campo, onde atualmente moro com meu esposo (o sommelier belga William Wouters) e meus dois filhos.

Assim, penso que é uma tendência, mas as pessoas precisam entrar por essa via por convicção. Se for por moda, vão desisitir rápido porque é difícil, custa muito e reflete no preço final do vinho.

Vinhos de Filipa Pato trazidos para o Brasil pela importadora Porto a Porto

Blog Vinho Tinto – Quando começou seu projeto e qual a área dos vinhedos hoje em dia?

Filipa Pato – Começamos em 2001. Hoje em dia temos 20 hectares, adquiridos passo a passo – a maioria certificada com selo biológico (biodinâmica em formação). Também já temos 14 vinhedos certificados como biodinâmicos.

Blog Vinho Tinto – Qual a relação de Felipa Pato com a tinta Baga?

Filipa Pato – Eu só trabalho com a Baga. Há outras castas tintas na Bairrada, mas sempre me mantive fiel à Baga – um mal de família, pois assim fizeram meu pai e meu avô. Sou teimosa, focada e tornei-me especialista em Baga!

Blog Vinho Tinto O que você tem a dizer para os produtores que pretendem converter uma vinha tradicional em biodinâmica?

Filipa Pato – Converter é difícil. A vinha tem que se desintoxicar. É preciso saber que vai ter perda de produção e que o processo demora alguns anos. Mas incentivo experimentar para que haja mais e mais produtores verdadeiramente interessados na viticultura biodinâmica. Enfim, acredito que precisamos deixar um mundo melhor para as próximas gerações.

Os vinhos da Filipa Pato são trazidos para o Brasil pela importadora Porto a Porto.

Leia Também – Diferença entre Batonnage e Sur Lie

Comentários
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Quem Sou

Sou jornalista especialista em vinhos e em comunicação digital. Sou sommelier Fisar e diretora da Associação Brasileira de Sommeliers do DF. Possuo qualificação Nível 3 (Wine Spirit Education Trust) e o Intermediário do ISG. Também tenho certificado em vinhos franceses (FWS) e vinhos californianos (CWAS).

Categorias

Veja Também

Palomina Bar: Novo Wine Bar em Brasília

Brasília, o terceiro maior polo gastronômico do Brasil, ganha um novo wine bar: o Palomina…

Directo del Viñedo Vendimia no Uruguai

Após ser realizado no Brasil e no Chile, o Directo del Viñedo Vendimia chega ao…

Júri Internacional Avalia 12º Brazil Wine Challenge

O 12º Brazil Wine Challenge, que ocorrerá de 16 a 19 de julho em Bento…

Dia do Vinho Ticiana Werner

Depois de conquistar o público brasiliense com bons vinhos, alta gastronomia e sofisticação, o Dia…